Gastronomia da Madeira

Conhecida como "Pérola do Atlântico", a ilha da Madeira garante-lhe umas férias extraordinárias devido aos belos panoramas, clima ameno, tranquilidade e coloridas tradições – mas a deliciosa gastronomia é outro dos trunfos a não esquecer! A alimentação da ilha baseia-se nos costumes rurais, e em geral, quanto mais próxima se encontra dos métodos de confecção tradicionais mais saborosa se torna.

Embora os aperitivos são sejam o ponto forte, os deliciosos Bolos do Caco – uma espécie de pães de trigo servidos quentes com manteiga de alho e salsa em feiras e festas populares – estão presentes nas ementas de todos os restaurantes. As lapas, muito apreciadas pelos locais, são outra das iguarias a provar no começo da refeição. São temperadas com muito alho, servidas acabadas de grelhar numa frigideira e acompanhadas com rodelas de limão.

Se aprecia sopa, não deixe de provar a deliciosa Sopa de Tomate e Cebola, enriquecida com um ovo escalfado. A Açorda é outra das sopas mais típicas, sendo preparada com grandes pedaços de pão, alho, azeite, segurelha e água bem quente – além do indispensável ovo escalfado. O aroma apetitoso faz dela um excelente pitéu depois de uma longa caminhada por uma das levadas da ilha.

Para os apreciadores de carne, a diversidade está assegurada. Os pratos mais famosos da Madeira são a tradicional Espetada, a Carne de Vinho e Alhos, o Picado e os deliciosos grelhados (sobretudo de galinha, costeletas de porco e bifes). A Espetada é feita com cubos de lombo de vaca temperados com alho e sal, assados num espeto de loureiro em fogo de lenha. A Carne de Vinho e Alhos é uma especialidade presente em todas as ocasiões, confeccionada com pequenos pedaços de carne de porco marinados pelo menos durante um dia em molho de alho, vinagre de vinho e loureiro, no qual são depois fritos.

O popular Picado é servido numa travessa de diferentes dimensões, consoante o número de convivas. É confeccionado com cubos de carne de vitela fritos em alho e, por vezes, pimentos, acompanhado com bastante molho e batatas fritas. Chegado à mesa, todos picam directamente da travessa com um grafo ou espeto de pau... uma excelente opção para refeições de família ou reuniões de amigos!

O Milho Frito – saborosos cubos de farinha de milho fritos – é um dos acompanhamentos mais típicos da Madeira, sendo geralmente servido com pratos de carne. No que respeita aos legumes, as ementas apresentam produtos da ilha, como cenouras, ervilhas, abobrinhas, pimpinela e feijão, em geral preparados de forma simples. As saladas não fazem parte da dieta habitual dos habitantes da ilha, mas quando estão presentes nas ementas incluem alface, tomate, cenoura ralada e abundantes rodelas de cebola.

O peixe tem um lugar especial na culinária da Madeira devido à ancestral tradição pesqueira. O atum, o peixe-espada preto, o bacalhau, o gaiado (um peixe local que é confeccionado como o bacalhau) e as potas estão presentes em muitas das mais famosas receitas da ilha. Por tradição, o atum costuma ser preparado numa marinada de azeite, alho, sal e orégãos antes de ser frito, e em geral é acompanhado de milho frito. Habitualmente, o peixe-espada é frito em cebolada e também apresentado com milho frito a acompanhar. Uma das receitas mais características é o Peixe-espada com Banana, que associa este peixe branco e macio ao sabor de um dos mais emblemáticos frutos tropicais. No entanto, as receitas de peixe-espada preto são muito variadas.

O bacalhau também é preparado das mais diferentes formas. Do delicioso Bacalhau com Natas ao Bacalhau à Braz, Gomes de Sá ou simplesmente grelhado, este peixe está presente em todas as ocasiões e ementas!

Depois de passar alguns dias na ilha, vai reparar que os Madeirenses são especialmente gulosos! Não existe café, bar ou restaurante na ilha onde não seja generosa a oferta de bolos, doces e sobremesas. Da extensa lista de iguarias sobressaem as Queijadas – pequenos pastéis de requeijão, ovos e açúcar. O Bolo de Mel e as Broas de Mel também são muito apreciadas. O Bolo de Mel, por tradição preparado na época do Natal, é um dos doces mais emblemáticos e antigos da Madeira, e a sua origem remonta aos tempos em que a ilha era uma importante produtora de açúcar. O Pudim de Maracujá é outra das especialidades insulares, sem esquecer as frutas frescas, muitas vezes servidas em deliciosas saladas.

As bebidas gozam igualmente de um lugar especial à mesa dos Madeirenses. O Vinho da Madeira possui fama internacional, mas ilha produz outros tipos de vinho a partir de diferentes castas – o chamado "vinho seco". Nos bares da área de Câmara de Lobos é muito popular a Nikita – um refresco doce feito de cerveja, sumo de ananás, gelado de baunilha e pedaços de ananás. Existe uma variante feita com cerveja sem álcool. Porém, a bebida mais comum em toda a ilha é a tradicional Poncha, que pode ser servida quente ou fria. Se no regresso a casa quiser apresentar aos amigos uma saborosa recordação da Madeira, eis aqui a receita: misture uma medida de aguardente com "mel de cana" (xarope de sumo de cana sacarina muito usado na Madeira, que pode substituir por mel de abelha) e sumo de limão acabado de espremer (pode acrescentar sumo de laranja, se gostar), mexa bem e beba tudo de um trago! Aí está... A sua primeira poncha caseira.
 
 
 
 

Utilizamos cookies para fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies.