Estátua de João Gonçalves Zarco

Com o intuito de perpetuar a figura e obra de João Gonçalves Zarco, a Junta Geral do Distrito pediu a Francisco Franco que executasse esta estátua. O arquitecto Cristino da Silva esteve a cargo do projecto do pedestal, onde fez representar elementos alegóricos relacionados com os Descobrimentos: Povoamento, Conquista, Sabedoria e Evangelização.

Depois de escolhido o local, procedeu-se à inauguração do monumento. Assim, em 1934, ergueu-se na intersecção das Avenidas Zarco e Arriaga, a estátua de João Gonçalves Zarco. Esta estátua ganhou a medalha de ouro na Exposição Ibero-Americana em Sevilha no ano de 1929.
 
 
 
 

Utilizamos cookies para fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies.