Jardim Botânico

Desde o século XVII que a Ilha da Madeira ansiava por um jardim botânico, sonho que se tornou realidade em 1960. Situado a cerca de 3 km do centro do Funchal, na Quinta do Bom Sucesso, que pertencia à família Reid’s, reúne condições que lhe permitem ter uma vegetação exuberante.

Por todo o jardim são observáveis formas harmoniosas e cores contrastantes, onde podem ser vistas mais de 2000 plantas. O jardim Botânico pertence ao Governo e, para além de ser um belo espaço de lazer, é também um Centro de Ciência e Cultura.

Por todo o jardim podem-se ver plantas com as respectivas identificações, nas quais se descrevem os nomes científico e comum e a origem, plantas estas que se dividem em cinco áreas principais:

- Indígenas e Endémicas: este é o local ideal para se observarem plantas exclusivas da Ilha da Madeira e de outras ilhas do Atlântico tais como os Açores, as Canárias e Cabo Verde. Neste jardim estão representadas cerca de 100 espécies indígenas, que vão desde as que crescem nas encostas mais expostas da ilha até à típica vegetação e até às árvores que se desenvolvem na floresta natural da Madeira – a Laurissilva.

- Arboreto: aqui encontra plantas de zonas do Globo ecologicamente opostas, tais como plantas os Himalaias e dos tópicos.

- Suculentas: é a capacidade de armazenar água que distingue estas plantas originárias, na sua grande maioria, da América do Sul.

- Tropicais/Cultivares/Aromáticas/Medicinais: nesta área encontram-se diversas árvores de frutas tropicais e subtropicais, tais como o Mango, a Papaia, o Abacate, o Café, a Cana de Açúcar e ainda plantas usadas para cozinhar ou para a medicina popular madeirense.

- Loiro Parque: o Loiro Parque reúne algumas das aves mais exóticas e mais raras. As Catatuas e os Loricos das ilhas tropicais Asiáticas, os Periquitos Australianos, os Papagaios Anões, entre muitos outros, são algumas das espécies de pássaros que pode encontrar neste Parque.