Tempos Livres

Depois de ter tomado contacto com o estilo de vida madeirense, é possível que se questione acerca da necessidade de haverem actividades de lazer. "Pressa" parece não ser uma palavra capaz de vir imediatamente à memória, se tivermos em conta o ritmo de vida da ilha, e o stress parece não se aplicar aos madeirenses. O clima da Madeira é, no entanto, perfeito para todos os tipos de actividades ao ar livre, tanto no mar, como em terra.

A actividade mais deslumbrante da ilha é, provavelmente, as caminhadas ao longo das levadas. Estes canais de água que correm à volta da ilha, levando água de norte para sul, e dos rios para as colheitas, impõem-se como a maneira ideal para ver a Madeira. As caminhadas são relativamente fáceis de efectuar, apesar de determinados locais serem um pouco vertiginosos, e deixam-no deslumbrado com espectaculares vistas sobre as regiões rurais. Para os caminhantes e alpinistas mais experientes existem, também, rotas no interior das montanhas, que se impõem como muito mais desafiantes.

Os viciados no desporto podem satisfazer a sua vontade de jogar golfe nos dois percursos de 18 buracos, capazes de testar até os mais experientes. Existem também estruturas para a prática de ténis e squash na maioria dos hotéis e em alguns recintos públicos como a Quinta Magnólia. Para os que gostam de ficar sentados a observar, deixamos como sugestão uma ida aos Barreiros, onde o Marítimo, a única equipa madeirense na 1.ª divisão, costuma jogar, geralmente aos sábados à noite ou domingos à tarde.

Se gosta muito de água, então dirija-se para a costa e experimente o complexo balnear do Lido, no Funchal, com uma excelente piscina de água salgada e acesso ao mar, ou as piscinas naturais do Porto Moniz, na costa Norte da ilha. A melhor altura para praticar pesca submarina vai desde Junho a Setembro, quando os melhores do mundo vêm tentar a sua sorte na pesca do espadim azul e do atum de barbatana azul. Confirme no seu hotel quais as excursões de barco disponíveis e parta em direcção ao Cabo Girão, a falésia mais alta da Europa.

Os botânicos e os membros da Sociedade Hortícola não podem perder o Jardim Orquidea e o Jardim Botânico e outros jardins abertos ao público, tais como o do Monte, do Palheiro Ferreiro, da Palmeira e da Boa Vista. Alugue um carro e parta para as zonas rurais, em busca dos jardins selvagens da Madeira.

Para apreciar a actividade de fim de semana favorita do madeirense tem que encontrar uma festa adequada, o que acontece quase todos os fins de semana, durante a época de Verão. Estas festas são o local ideal para descontrair, ao sabor de uma cerveja Coral fresca a acompanhar o frango no churrasco ou a tradicional espetada, pratos geralmente presentes.
Não são festas marcadas por nada de especial, a não ser pela animação que nelas se vive, ao som de música tradicional, bandas de rock ao vivo ou bandas municipais.
Esteja atento, porque ao meio-dia de um ou outro Sábado, é possível ouvir, e até ver, os foguetes que anunciam o local onde a festa se realiza.
 
 
 
 

Utilizamos cookies para fornecer os nossos serviços. Ao utilizar os nossos serviços, concorda com a nossa utilização de cookies.