• Jardim Municipal,  São Pedro - Funchal

De todos os conventos existentes no Funchal os únicos que sobreviveram foram os de Santa Clara e do Bom Jesus. Os conventos da Encarnação, das Mercês e de São Francisco foram demolidos ou deixados à ruína, desaparecendo importantes marcos da herança cultural edificada.

Quando os Franciscanos vieram para a ilha, instalaram-se numa modesta habitação e, depois disso, quando regressaram, instalaram a sua comunidade no antigo hospício de São João. Depois disso, os Franciscanos começaram a procurar um sítio maior, construindo o convento onde hoje se encontra o Jardim Municipal e o Teatro Municipal.

Em 1878, a Câmara Municipal nomeou uma comissão de vereadores para concretizar um projecto para um jardim na zona do extinto convento. Em 1885, o espaço passou a ter a designação de Jardim Municipal (nome pelo qual continua a ser conhecido hoje) e, mais tarde, Jardim Dona Amélia, em homenagem à rainha.

Com cerca de 8300 metros quadrados cobertos de magníficas flores, plantas e árvores provenientes da Madeira, bem como outras espécies exóticas de várias partes do mundo, este jardim é hoje uma área de lazer que inclui um pequeno lago com cisnes e patos, um café e um anfiteatro onde se realizam diversos tipos de eventos culturais.

Pin It

Atenção! Este website usa cookies e tecnologias similares

Ao fechar esta mensagem esta a concordar com esta utilização.

I understand